Livros e Artigos


O novo livro de Susan Bello apresenta uma nova perspectiva sobre a arte e o poder dos símbolos para evoluir a consciência humana. O Método I.am.I™ de Pintura Espontânea é uma abordagem conduzida pelo interior, que desenvolve nosso Self Autêntico, o potencial inerente ao ser humano. Esta visão pioneira na Arte e Aprendizagem com o Cérebro Integral, gera transformação social porque possibilita uma cultura de paz, que se manifesta de dentro para fora.

O livro, Pintura Espontânea – criando a jornada simbólica, originalmente escrito em inglês e traduzido para português, abrange as áreas de criatividade, ​arte-terapia, os estudos de psicologia junguiana e transpessoal. Foi elogiado pelos físicos Amit Goswami e Ervin Laszlo.

…………


No livro de Susan Bello, Pintando sua Alma, o processo espontâneo de pintura reflete toda uma obra dedicada à Psicologia Transpessoal.

Além de nos mostrar a possibilidade, através da arte, de desenvolver uma tecnologia bastante prática, Susan Bello nos induz a novos conceitos terapêuticos, fazendo pontes entre o inconsciente e a plena consciência.

Este Livro foi escrito de acordo com as normas ortográficas de 1996 ano de sua criação.

Ensinando as Crianças a Expressar Seu Mundo Interior
Por Susan Bello

Os educadores precisam aprender como trabalhar com o Ser integral: corpo, mente e espírito. Se quisermos desenvolver qualidades da personalidade criativa e introduzir a educação emocional,precisamos treinar educadores para implementar esse novo modelo no sistema atual…​

Uma Pedagogia Evolucionária – Aprendizado com o Cérebro Integral:
O Método I.am.I™ de Pintura Espontânea
®

Por Susan Bello

O Método I.am.I™ de Pintura Espontânea® possibilita ao praticante expressar livremente o que está no seu inconsciente. Nossas Inteligências Autênticas Múltiplas Inatas – Innate Authentic Multiple Intelligences – cuja sigla I.am.I™ significa Eu.sou.Eu, são canais que permitem o afluir desse conteúdo do inconsciente à mente consciente…

 

“O paradigma científico baseado na primazia da consciência está posto e a pergunta
na cabeça de todos é como podemos acessar a consciência quântica e seu poder casual.
A artista e autora Susan Bello nos oferece um método maravilhoso e poderoso: a pintura espontânea.
Ele é de fato, muito agradável e representa um veículo que pode ser usado por todas as pessoas jovens de coração. Recomendo altamente este método e este livro.”

Amit Goswami
(Físico quântico e autor de O universo Auto-Conciente, Deus Não Está Morto
​e o livro em edição Criatividade Quântica.)

“ Este livro é verdadeiramente brilhante e significativo
– uma leitura prazerosa, que merece ser apreciada.”

Dr. Ervin László
(Fundador do clube de Budapeste; Chanceler nomeado
da recém-criada Global shfit University;autor de mais de 80 livros,
​incluído the Criative Cosmos: A Unified Science of Matter, Life and Mind.)

“Os xamãs foram não apenas os primeiros curadores, mas provavelmente também foram os primeiros artistas…Natalie Robinson Cole, em seu clássico livro The Arts in the Classroom (As Artes na Sala de Aula), descreve o professor ideal como aquele que percebe as habilidades criativas dos estudantes e lhes dá confiança para liberarem essas habilidades. Esse professor “tem acesso à criança interior”.
Cole poderia estar descrevendo a Dra. Bello, cujos estudantes incluem não somente moças e rapazes, homens e mulheres, mas famílias, grupos e a sociedade mesma. Se a sensibilidade tribal do xamã para com o mundo da natureza e para com o espírito humano pode ser restaurada em um planeta onde as pessoas foram arrancadas de suas raízes, isso será, no mínimo, em parte, o resultado do trabalho da Dra. Bello e de outros artistas transpessoais.
Seu protótipo é o xamã, não o tecnocrata. Sua visão não é um “paradigma patriarcal”, mas um “paradigma humano”, uma perspectiva cultural que aceita a interdependência de todas as formas de vida, a unidade que a humanidade – a braços com crises do meio-ambiente, armas de destruição em massa e a morte de vidas significativas e morais – já não pode dar-se ao luxo de ignorar.”

Stanley Krippner, PhD (EUA)

“É um livro que interessará, antes de tudo, aos terapeutas e aos educadores que lidam com a arte ou não.”

Pierre Weil, Unipaz (Brasil) (EUA)